terça-feira, 3 de janeiro de 2006

Nondum amabam, et amare amabam

Eu não amava, mas ansiava por amar

Cheguei a conclusão que eu tenho uma certa necessidade de sempre estar amando alguém. Não sei porque isso. Não sei, acho que amar, por mais que traga sofrimentos infindáveis, é bom. É horrível não poder dedicar suas rosas a ninguém. Estarei sendo um tolo? Um romântico idiota? Ou um dramático?

Mas amar, ao contrário do que parece, não é fácil. Muitas mulheres já passaram pela minha vida (nem tantas, mas é jeito de dizer), mas duvido que eu tenha amado mais de duas. No entanto ele está sempre lá, esse anseio por amar e ser amado. De onde vem toda essa idealização do amor que já infestou nossas mentes atualmente? Por que um sentimento tão egoísta como o amor foi tão idealizado ao longo do tempo?

A life without love? But that's terrible!

Sim Ewan. Eu tenho medo de nunca mais amar ninguém. Sei lá, a vida parece tão vazia, tão opaca, tão insossa. E poucas sensações superam estar do lado de quem vc ama, seja fazendo o que for. E é disso que é feito a vida, não? Sensações? Aproveitemos-na. Estamos aqui pra isso.

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Obrigado Sr. Hugo, também desejo tudo isso pra você. Mas cuidado, não deixemos a vontade de amar substituir o amor em si. Não vale a pena. E acredite que quando for amor de verdade vc saberá.

Não, eu não estou amando. Ainda não. Pq esse anseio existe, mas ele vem acompanhado do medo. Medo de não ser correspondido, de acabar fudido e abandonado. Não que seja o fim do mundo, a vida passa. Me sinto como uma mariposa, sempre atraída pela luz brilhante. Mas essa luz, se por um lado aquece e traz brilho à vida, por outro ela ofusca e queima.

Bem, é isso, não sei o que eu quis passar nesse post, provavelmente nada, mas eu estou sozinho aqui nessa madrugada quente, um pouco carente e extremamente pensativo. Mas isso passa. Como tudo na vida.

4 comentários:

Liam disse...

Que diabos eu tinha cheirado quando escrevi isso?

Vítor disse...

Seu flog é mais divertido =D

Acho que pelo "Campo de Batatas" da pra saber, não? disse...

Não, eu não estou amando. Ainda não. Pq esse anseio existe, mas ele vem acompanhado do medo. Medo de não ser correspondido, de acabar fudido e abandonado.

Yep

Mas isso passa. Como tudo na vida.

Incluindo ela própria

Liam disse...

Que diabos eu tinha cheirado quando escrevi isso?


Me pergunto o mesmo quando leio o meu fabuloso "Campo de Batatas". Não sabe o que é? Amanhã eu te conto

Sei la, eu quis comentar algo apesar de não ter muito a dizer, parabéns pela UFRJ e tals, de novo 8-)

Vc sabe q siou eu, atrasada, d.alme disse...

Vc respirou fundo demais e descobriu pra que serve o oxigenio, son \o/

é, as pessoas pouco se fodem pra nós, por isso que eu acho que amar ou gostar de alguem e uma merda
ja conversamos disso, mas enfim, nao custa escrever mais, afinal tem um ovo que gosta de escrever, credo =/ ahuauhahuauau

nos gostamos e nao somos corresondidos na mesma intensidade, e no fim quem e que se fode?
¬¬ nem precisa reposnder

ou talvez a gnt seja mas nao do modo que queria

e aquele treco que dizem, "so pq alguem te ama mas nao demonstra isso como vc gostaria nao quer dizer que ela noa te ame."

foda e aguentar e entender e aplicar isso na vida real XD.

Eu nao aprendi ainda, mto mal e porcamente.

É, versao masculina mesmo.
Eu tbm concordo que a vida sem alguem parece insossa. Ou seja la como se escreva isso [prouds]. A morsa que diz que eu sou uma romantica incuravel e que ta semrpe sonhando com o principe encantado.
Mentira pq ele nao existe, mas q eu estou sempre sonhando, ahh estou.

Amar e bom, apesar dos pesares, pense que as horas boas devem compensar as mas, IMO.
Se nao for assim, nao vale a pena.

Agora deixe eu ir fora antes que escreva mais que vc no post [joy]
[pula]